CREA-MG faz estudo e aponta demandas em infraestrutura em Caratinga

25 nov, 2013 • Destaque, Sem categoria • 267 Visualizações •

Um estudo do CREA, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais, em parceria com a Ouvidoria Geral do estado, apontou as principais demandas necessárias em 12 regiões do estado. Em Caratinga, cinco temas centrais foram definidos como necessário para receber obras de infraestrutura.

O estudo aponta que as rodovias estaduais da região necessitam de recuperação. As sugestões fazem parte de um caderno de propostas da regional do vale do aço, que ainda compreendem as cidades de Ipatinga, Itabira, João Monlevade e Manhuaçu. Os técnicos do CREA apontaram que o meio ambiente precisa receber mais investimentos. Eles alegam que faltam obras de saneamento básico, projetos de preservação de rio e matas ciliares. Os alimentos também são uma preocupação do CREA. Segundo o órgão, as estradas rurais estão em péssimas condições, o que faz com que os alimentos subam de preço e caiam em qualidade. Boa parte dos hortifrutigranjeiros estaria sendo comercializados sem passar pela Ceasa. O impacto das chuvas na cidade de Caratinga é outra preocupação. O inspetor do CREA em Caratinga, José Luiz Gonçalves, acredita que todos os moradores do município são afetados com a falta de infraestrutura, seja pelos alagamentos na parte baixa da cidade, quanto pelos deslizamentos nas encostas. A solução seria um estudo técnico de geólogo.

A “Urbanicidade” é o quinto tema apontado como importante no estudo. Entre as propostas dos técnicos da CREA, está a criação de convênios para dar assistência técnica gratuita à população de baixa renda, impedindo que construções irregulares sejam feitas. Ampliação da tubulação do sistema de drenagem pluvial e armazenamento da água da chuva dos novos imóveis a serem construídos. Durante os encontros realizados pelos técnicos do CREA, foi sugerida a implantação de rodízio de automóveis, melhoria no transporte público, modernização dos semáforos e criação de centro administrativo fora do centro da cidade. Os engenheiros do CREA apontam a necessidade da criação de um anel rodoviário e avenidas sanitárias sobre o leito do rio Caratinga.

José Luiz disse que um ofício foi entregue aos prefeitos onde o CREA possui representatividade e ao governador do estado. O prefeito de Caratinga, marco Antônio Junqueira, também recebeu o documento com as propostas. Os governantes terão a oportunidade de colocar em prática as sugestões, mas para isso terão que buscar recursos.

Comentários

Posts Relacionados

« »